Sobre a Banda

Pitty nasceu em1977. Passou pela banda Shes (1998) e a hardcore Inkoma (98-2000), antes de despontar em trabalho solo com o lançamento do “Admirável Chip Novo”, de 2003. Junto com o “Anacrônico”, de 2005, os discos venderam mais de 350 mil cópias, renderam nove VMBs, cinco prêmios Multishow de Música Brasileira e apresentações que correram de Portugal ao Japão.
O passo inicial veio de um convite do músico e produtor Rafael Ramos, que já tinha lançado o disco “Influir”, do Inkoma, em 2000 , e respondia pela gravadora DeckDisc. Com o material acumulado, Pitty desenhou “Admirável Chip Novo” e logo no primeiro ano concorreu ao prêmio de “Revelação” do VMB. O clipe da música que batiza o disco fechou o ano como o mais pedido da MTV.
Já no ano seguinte, levou pra casa os dois principais prêmios do VMB (concorreu em cinco categorias): “Escolha da Audiência” e “Clipe de Rock”, além de ter levado também “Revelação” no Prêmio Multishow .
Seus primeiros movimentos foram registrados no DVD documental “Admirável Vídeo Novo” (2004), dirigido por Ricardo Spencer.
Com o lançamento de “Anacrônico”, Pitty coroou o ano com mais três VMBs – “Ídolo”, “Vocalista da Banda dos Sonhos” e “Performance ao Vivo” – e o convite pra tocar no “Rock in Rio Lisboa”, abrindo para Roger Waters e Red Hot Chilli Peppers.
Já 2006 foi o ano de mais quatro estatuetas do VMB na estante: “Melhor Clipe de Rock”, “Melhor Site”, “Vocalista da Banda dos Sonhos” e  “Escolha da Audiência”, que lhe conduziram a uma turnê pelo Japão e ao segundo DVD da carreira, o “{Des}Concerto ao Vivo” (também lançado em CD, o primeiro ao vivo). Gravado em um tiro só, o DVD é o registro do show no Citybank Hall, no dia 6 de julho, em São Paulo. O lançamento rendeu mais dois prêmios no VMB 2007: “Clipe do ano”, com “Na sua estante” e “Vocalista da Banda dos sonhos”, pela terceira vez consecutiva.
Em 2009, os fãs puderam acompanhar o que estava acontecendo nas gravações do novo disco através do blog “256 Tons de Cinza”, onde Pitty postava trechos de músicas , fotos e relatos. O CD “Chiaroscuro” foi lançado em agosto junto com o clipe de “Me Adora” (Ricardo Spencer), música que concorreu na categoria “Hit do Ano” do VMB. Pitty concorreu ainda a “Artista do Ano”, “Vocalista” e “Rock”, enquanto Martin e Duda, integrantes de sua banda, ganharam nas categorias “Guitarrista” e “Baterista” respectivamente.
Em setembro, logo após o lançamento do disco, a banda partiu em turnê pelo Brasil, aquecendo o público para o lançamento do DVD Chiaroscope (Ricardo Spencer), que viria em novembro, com imagens captadas durante a gravação do disco. O DVD ficou semanas no ranking de DVD musical mais vendido.

Silvano Joe Gomes é um músico baiano, começou tocando baixo na banda Os Feios. Depois fundou junto com Fábio a banda cascadura, foi membro também do Dead Bilies e depois formou com ex-integrantes da última o Retrofoguetes. Atualmente participa da banda de Pitty.

Martin Mendonça começou a tocar guitarra aos 13 anos, quando um namorado de sua tia o apresentou ao instrumento. Começou a tocar em 1989 e já tinha o fetiche de tocar profissionalmente, mas só em 1995 ele entrou na faculdade de música e em 1997 começou a tocar em Salvador com frequência. Tocou em várias bandas, a primeira que causou impacto em sua vida – leia-se a primeira vez que entrou em Estúdio – chamava Gridlock. Tocou em bandas de metal e hard rock como: Malefactor e Dr. Cascadura. Em 2004, quando Peu Sousa deixou de tocar com a cantora Pitty, Martin foi convidado para assumir o seu lugar.

Duda Machado, nome artistico de Eduardo Machado (São Paulo, 14 de Abril de 1980) é um baterista brasileiro. Participou da banda baiana Lisergia, mas ficou conhecido por atuar ao lado da cantora Pitty, com a qual foi casado.